skip to Main Content

Nobreaks Outdoor NHS: uma solução para a autonomia do trânsito nas Smart Cities

Smart Cities

A tecnologia não deixa apenas a nossa vida pessoal mais confortável. Ela também pode tornar as cidades mais eficientes. Afinal, com o uso da inteligência é possível melhorar diversos equipamentos públicos que usamos em nosso cotidiano, fazendo com que o dia a dia seja mais simples, sustentável e cômodo para todos.

O conjunto de tecnologias aplicadas a sistemas de gestão urbana é o que dá a base para o conceito chamado de Smart Cities. Nos últimos anos, a ideia de cidades inteligentes começou a ser desenhada no mundo todo e hoje podemos ver projetos em prática em vários locais do planeta.

As Smart Cities

Nova York é um destes exemplos. Em 2007, o prefeito Michael Bloomberg lançou o PlaNYC, um projeto para o desenvolvimento sustentável da cidade nos próximos 25 anos. E ao longo do período diversas ações têm sido postas em prática nesse sentido, como o programa de mobilidade Sustainable Streets, que objetiva tornar o sistema de transporte mais estruturado e fluido, incluindo também o uso mais inteligente de espaços públicos.

Mas não são apenas cidades internacionais que vêm adotando o conceito de Smart Cities. Curitiba (PR), que já é uma referência em planejamento urbano, também está buscando inovações para responder às necessidades de seus habitantes. E esse modelo de gestão fez com que a cidade fosse escolhida como a primeira do Brasil para sediar o Smart City Expo 2018, feira internacional que acontece no final de fevereiro e traz especialistas para debater soluções inteligentes para os problemas comuns que as cidades vêm enfrentando.

Mas, qual seria a receita para tornar uma cidade inteligente? Não há uma resposta pronta para isso, pois cada local traz seu panorama cultural, social e ambiental e precisa de soluções individuais para suas necessidades. Porém, sabemos que alguns caminhos podem ser seguidos. E eles incluem sistemas elétricos mais autônomos, sistemas que integram as informações e big data como ferramenta para detectar problemas.

Nobreaks Outdoor NHS: uma solução Smart City

A NHS, há 30 anos no mercado de nobreaks, sabe como a energia inteligente pode mudar a realidade de uma cidade. Por isso, um de nossos produtos é o Nobreak Outdoor, uma alternativa para garantir o funcionamento constante de sinaleiros.

Em casos de queda de energia, esses equipamentos são acionados de modo automático para que os semáforos continuem funcionando por um período de até seis horas. Isso traz segurança e fluidez para o trânsito, além de assegurar a mobilidade urbana e reduzir o deslocamento de equipes por conta de eventuais problemas com energia.

Nos últimos anos, essa tendência está se tornando uma realidade em diversos estados do Brasil. E a NHS já disponibiliza mais de cem nobreaks instalados em semáforos de cidades como Curitiba, Foz de Iguaçu, Maringá, Londrina, Apucarana, Paranaguá, Recife, São Paulo, Embu das Artes, Fernandópolis e Campinas.

Que tal conhecer mais sobre nossa linha de Nobreaks Outdoor e ajudar a tornar mais cidades inteligentes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top