skip to Main Content

Segurança redobrada: portarias remotas e nobreaks

NH18015E CR V2 Cftv Portaria Remota

Notícias de violência repercutem na mídia todos os dias. Só no Paraná, o índice de crimes contra a pessoa subiu 2,79%. Essa mesma realidade se repete em outros estados brasileiros. Preocupada, a população busca por alternativas que possam minimizar este problema, sendo uma delas o investimento em sistemas de segurança, como câmeras, portões eletrônicos, cercas elétricas e portarias remotas.

 

Nos condomínios esse cuidado precisa ser redobrado, afinal, a circulação de pessoas é intensa, seja de moradores, de visitantes ou de prestadores de serviços.  É por isso que muitos deles estão apostando nas portarias remotas, também conhecidas como portarias virtuais. Você sabe como elas funcionam?

 

A tecnologia por trás das portarias remotas

 

Uma portaria remota é um sistema que controla, a distância, o acesso de pessoas e veículos a um determinado lugar. Geralmente ela é utilizada em condomínios residenciais, mas empresas de todos os tipos também aderem a esta tecnologia, que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana, combinando porteiros eletrônicos, sensores de voz e presença, além de câmeras estrategicamente posicionadas. Todos esses equipamentos estão conectados à uma central de monitoramento via internet.

Até aqui, tudo parece perfeito, mas e se a energia faltar? O que acontece?

 

O ideal é que todo sistema de segurança utilize um nobreak, um dispositivo eletrônico que armazena energia em uma bateria interna. Assim, quando a energia é interrompida, todos os equipamentos conectados à ele permanecerão ativos até que a rede de energia se restabeleça.

 

Como escolher o nobreak mais indicado?

 

Para cada função há um tipo específico de nobreak, que oferece mais vantagens e autonomia.  Para os sistemas condominiais, o modelo Laser 3300 Ext proporciona um excelente custo x benefício, além de ser o único produto feito no Brasil com 3 baterias internas de 45 Ah e 2000 Watts de potência, e capacidade para receber módulos de expansão. Com isso, este equipamento é capaz de “fornecer energia” por mais de 12 horas, se necessário.

 

Já para sistemas de monitoramento de imagem que exijam uma melhor qualidade de sinal, indicamos o modelo PDV 1000 senoidal. Para 3 câmeras acopladas, este nobreak oferece uma autonomia de 7 horas de duração.

 

Para catracas e pequenos sistemas de CFTV (circuitos fechados de TV), recomendamos os modelos Compact Plus e Compact Plus MAX 1400VA, sendo esse último também indicado para portões eletrônicos.

 

Agora, se você está se perguntando qual marca é a mais confiável, não tenha dúvida: a NHS é a única marca nacional no ranking das 3 principais fabricantes de nobreaks no Brasil.

 

Entre em contato com a nossa equipe comercial e peça mais informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top