Pesquisar
Close this search box.

Blog

Home Blog Transição energética: o que é e qual a situação no Brasil

Transição energética: o que é e qual a situação no Brasil

Você já ouviu falar em transição energética? Trata-se de uma estratégia de redução da emissão de gases prejudiciais ao planeta através de uma mudança na forma de produção de energia.

Hoje, um dos principais responsáveis por essas emissões é a queima de combustíveis fósseis para a produção de energia elétrica. Como consequência, há piora no aquecimento global, cujo impacto no planeta é alarmante.

De acordo com um estudo feito pela Pew Research Center, o aquecimento global pode aumentar a temperatura do planeta em 1,5 °C até 2030, o que pode trazer uma série de problemas.

Dada a importância do assunto, é essencial o conhecimento acerca de opções que podem ajudar no desenvolvimento sustentável e reduzir más consequências. A transição energética é uma delas! A seguir, vamos falar mais sobre ela.

A transição energética na prática

Como já citamos, a transição energética é um processo de mudança no modelo de produção e consumo de energia. O seu principal objetivo é reduzir a dependência de combustíveis fósseis e aumentar o uso de fontes de energia renovável e limpa, como solar, eólica, hidráulica e geotérmica.

Para que ela seja colocada em prática é necessário seguir três passos:

  • Descarbonização: utilização de fontes renováveis para a produção de energia
  • Digitalização: substituição da rede atual por uma rede com mais tecnologias e sistemas capazes de comportar as novas fontes de energia
  • Eletrificação: garantir que a energia de fontes renováveis chegue para diversos setores da sociedade

Como está a situação do Brasil em relação à transição energética?

O Brasil tem um grande potencial para a transição energética, com uma matriz predominantemente limpa, composta principalmente por energia hidrelétrica, biomassa e energia eólica.

O governo brasileiro já tem metas estabelecidas para a transição energética e tem investido em programas e incentivos para promovê-la.

No entanto, ainda há desafios a serem enfrentados para alcançar a transição completa para uma matriz 100% renovável e limpa. Um dos principais é a diversificação, reduzindo a dependência de hidrelétricas e aumentando o uso de outras fontes renováveis, como energia solar e eólica.

Além disso, é preciso promover a eficiência e o uso racional de energia, reduzindo o consumo desnecessário e aumentando a eficiência na geração e distribuição.

Outro desafio importante é a modernização da infraestrutura de energia do país. Para isso, é necessário realizar investimentos em redes inteligentes, armazenamento e tecnologias de gerenciamento, permitindo uma integração mais eficiente e confiável de fontes de energia renovável na rede elétrica.

Em resumo, a transição energética é um processo considerado fundamental para a redução das emissões de gases de efeito estufa e para a construção de um futuro mais sustentável.

Outras notícias relacionadas

NHS 2024